assis

Dia 15 de maio, é comemorado o dia do Assistente Social. Seja no campo empresarial ou no serviço público de saúde o assistente social é peça chave no atendimento à população e promoção à saúde.

Formado pelo curso de Serviço Social, o profissional tem como objetivo principal atuar diretamente nas políticas sociais com o compromisso de defender e garantir os direitos da população.

Amparando pessoas que de alguma forma não tem total acesso à cidadania, ajudando-as a resolver problemas ligados a educação, habitação, emprego e saúde. É uma profissão de cunho assistencial, voltada para a promoção do bem-estar físico, psicológico e social.

No Sistema Único de Saúde o papel do Assistente Social é fundamental. Tanto na identificação e encaminhamento de pessoas em situação de vulnerabilidade como na implantação das estratégias de saúde.

roda de debate trabalhadores nivel fund e medio março  2015
 

Convidamos tod@s para uma roda de debate sobre as trabalhadoras do SUAS em cargos de nível fundamental e médio, entendendo a importânca desta discussão para oreconhecimento e valorização destas trabalhadoras e para a qualificação dos serviços aos usuários do SUAS!

A atividade contará com a participação das Profas. Abigail Torres e Márcia Barros e com representante do Sitraemfa (Sindicato dos Trabalhadores em Entidades de Assistência e Educação à Criança, ao Adolescente e à Família do Estado de São Paulo).

O QUÊ >  Roda de Debate "Trabalhadoras/es do Suas em cargos de nível fundamental e médio: reconhecimento e valorização".

QUANDO > 31 de março de 2015 - 4a feira - às 18:30

ONDE > Salão do Sitraemfa
Avenida Celso Garcia 4031 - Tatuapé - São Paulo
 
 


Detalhes para chegar no local:
O Sitraemfa está em frente ao Banco do Brasil e próximo da Biblioteca do Tatuapé.
Condução:
- Metrô – Descer na Estação Tatuapé – sair a esquerda da catraca, descer a rampa, estará na Rua Tuiuti – seguir esta rua até |Avenida Celso Garcia, à direita, caminhada de aproximadamente 07 minutos.
- Ônibus – saindo do Pq Dom Pedro – Qualquer um que venha pelo Avenida Celso Garcia, - Oliveirinha, Cidade Tiradentes, Curuça, Cem Saudade, Vila |Mara, Camargo Velho.
- Carro – existem vários percursos, lembrando que na Avenida Celso Garcia, sentido Bairro Centro, não transita carro no perímetro onde estamos localizados.

plenáriaextraordinária

o GT do Marco Regulatório se reuniu para formatar a plenária do dia 30 de março. Será uma plenária mais técnica. Haverá três momentos: Apresentação geral da Lei 13.019; importância da participação da sociedade civil no decreto regulatório municipal; fala da plenária; formação de GTs por eixos técnicos. Primeiro eixo: elaboração e execução (plano de trabalho/monitoramento/avaliação). Segundo eixo: fianceiro-contábil (prestação de contas/manual de prestação de contas/ regulamento de compras). Terceiro eixo: institucional/jurídico (chamamento público/ cadastros/credenciamentos/ aditamentos/regras de transição).  

rodape

Os 10 anos de implementação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) como modelo de organização da Política Nacional de Assistência Social são um marco a ser reconhecido e requer uma avaliação crítica e coletiva sobre contribuições e desafios da psicologia como ciência e profissão para a efetivação de serviços, programas, projetos e benefícios socioassistenciais e a garantia de direitos na construção de uma sociedade mais democrática e igualitária. 

As contribuições políticas, éticas e técnicas da psicologia para a assistência social tiveram de se ampliar, diversificar e renovar simultaneamente com a maior cobertura de populações e as novas exigências e formas do trabalho social a serem organizadas e ofertadas. Restam antigos e emergiram novos desafios a serem enfrentados e superados por trabalhadoras(es), pessoas usuárias, conselheiras(os), gestoras(es), pesquisadoras(es) e movimentos sociais, como o protagonismo e a participação das pessoas usuárias; a gestão colegiada; a qualidade dos serviços a serem prestados e as condições de trabalho para tanto; a educação permanente; o controle social efetivo; a resolutividade dos atendimentos e dos acompanhamentos; a superação de assistencialismos, trocas de favores, primeiro-damismos e outros desvios do caráter público da política de assistência social; a fragilidade dos instrumentos legais e das fontes de financiamento insuficientes; bem como, sobretudo, a visão hegemonicamente moralista sobre as desigualdades sociais. 

O 3º Seminário Estadual sobre Psicologia e Assistência Social em São Paulo reunirá diversos atores da política da assistência social, em oficinas, painel e conferência acadêmica, para realizarmos em conjunto uma avaliação qualificada sobre a trajetória percorrida, promovermos intercâmbios e debates para enfrentamento de problemas práticos e cotidianos nos serviços e construção de propostas para reafirmação, redirecionamento ou renovação dos objetivos e dos caminhos da assistência social e da presença da psicologia nessa política pública. 

A vice- presidente do SITRAEMFA, Maria Aparecida Nery, na ocasião representa o COMAS, pelo segmento dos trabalhadores.

Núcleo sobre Assistência Social do Conselho Regional de Psicologia de São Paulo - CRP 06 

 

 SMADS 2

No dia 13 de novembro, a Câmara Municipal de São Paulo foi palco dos trabalhadores, usuários e representantes de organizações da Assistência Social do Município de São Paulo, para reivindicar atenção especial para a Política Pública da Assistência Social, como preconiza a Lei do Sistema Único da Assistência Social (SUAS). O Dia Municipal, neste ano, teve como tema: Fortalecimento do SUAS – protagonismo dos usuários e valorização dos trabalhadores.  Esse evento acontece desde 2010, quando foi criada a Lei 15.210 de 23/06/2014 instituindo o Dia Municipal da Assistência Social no município.

Após intervenções de representantes e usuários, os participantes foram em caminhada até a Prefeitura de São Paulo, onde foi protocolado documento apresentando a situação da Assistência Social e as devidas reivindicações para a melhoria dessa área no município.

SMADS 1Após apitaço todos se direcionaram à SMADS – Secretaria Municipal de Assistência Social, onde foram recebidos pela secretaria de SMADS, Luciana Temer, que prestigiada pela comemoração afirma que o ano de 2015 será o ano da capacitação. “O nosso projeto para o próximo ano será no âmbito da capacitação para gerente, trabalhador e supervisão que realizam os serviços”, Temer ainda assinou cheque simbólico que dá aumento para a Assistência Social.

 

 

BANDEIRAS DE LUTA

  • Aumento no Orçamento do município para: ampliação dos serviços; adequação e sustentabilidade dos equipamentos onde já são executados os serviços; formação e capacitação dos trabalhadores.

Cumprimento das deliberações das conferências de assistência 


Dispõe sobre a Aprovação Projeto Especial Autonomia em Foco da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social – SMADS

O Plenário do CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DE SÃO PAULO - COMAS-SP, no uso das competências que lhe conferem a Lei Federal nº 8.742, de 07 de dezembro de 1993; a Lei Municipal nº 12.524, de 1 de dezembro de 1997; o Decreto nº 38.877, de 21 de dezembro de 1999; o artigo 3º, o incisos XII, XV, da Resolução COMAS-SP nº 568/2012 (Regimento Interno), em reunião ordinária de 24 de junho de 2014 e
RESOLVE:

Artigo 1º- Aprovar o Projeto Especial Autonomia em Foco da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social – SMADS.

Parágrafo único - O projeto referido no caput do presente artigo tem a vigência de 12 meses, podendo ser prorrogado pelo mesmo período com aprovação do COMAS-SP

Artigo 2º- O prazo para entrega do relatório de monitoramento e avaliação é de até 90 (noventa) dias, a contar da implantação do projeto, que será encaminhada para Comissão de Políticas Públicas

Artigo 3º - O prazo para entrega do Relatório, demonstrando o impacto do projeto e prestação de contas é de até 180 (cento e oitenta) dias, a contar da implantação do projeto.

Parágrafo único - A prestação de contas será analisada pela Comissão de Finanças e Orçamento e Comissão de Políticas Públicas, Legislação, Defesa e Garantia de Direitos, posteriormente encaminhada para deliberação do plenário.

Artigo 4º- Esta resolução entrará em vigor a partir da data de sua publicação.

CARLOS NAMBU
Presidente
COMAS-SP

cape

A estação mais fria chegou, e nessa época do ano, a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) intensifica o trabalho na rede de abordagem e atendimento à população em situação de rua através da “Operação Baixas Temperaturas”, que teve início no dia 15 de maio.

Quando os termômetros atingem 13ºC ou menos, caracteriza-se a ocorrência do que se denomina “Baixas Temperaturas”. A partir disso os agentes oferecem encaminhamento e acolhimento de pessoas em situação de risco para locais protegidos do frio.

Durante esse período, em caráter excepcional, as vagas nos Centros de Acolhida são ampliadas de acordo com a demanda e os moradores em situação de rua podem procurar os Centros de Referência Especializados para População em Situação de Rua (CREAS POP), para o encaminhamento a um dos 64 Centros de Acolhida municipais que juntos disponibilizam cerca de 11 mil vagas. 

A operação segue até o dia 31 de outubro e além da SMADS, conta com o envolvimento de outros órgãos, como a secretaria da Saúde, a Guarda Civil Metropolitana, a Defesa Civil, entre outros.

A população também pode ajudar os moradores em situação de rua solicitando os serviços da Coordenadoria de Atendimento Permanente e de Emergência (CAPE) que funciona 24 horas por dia e pode ser acionada pelo telefone 156.

 

Texto de Fernando Bassoli Bonardirman

 

 

 

 

 

 

 

 

 Eleições do COMAS

eleiçãocomas

O Conselho Municipal de Assistência Social de São Paulo - COMAS  comunica que a Assembleia GERAL  de eleição para o oitoavo mandato será realizada em 26/04/2014, sábado, das 9hs às 17hs, no Colégio Espírito Santo - Tastuapé - entrada pela rua  Gonçalves Crespo - portão 4 - em frente ao Shopping Tatuapé Boulevard - São Paulo/SP

Conforme previsto na Resolução COMAS 528:

 
Art. 28 - Para a manutenção da inscrição, a entidade deverá cumprir as seguintes formalidades:
 
I.apresentar ao COMAS-SP qualquer alteração havida no estatuto social do cartório competente.
 
II.manter atualizados todos os dados cadastrais junto ao COMAS-SP.
 
III.Apresentar, no prazo que lhe for consignado, informações e/ou documentos quando solicitados pelo COMAS-SP.
 
IV.apresentar anualmente até o dia 30 de abril:
a)relatório de atividades do ano anterior que evidencie o cumprimento do Plano de Ação destacando informações sobre o publico atendido e os recursos utilizados, nos termos do inciso V do Art.  8º desta resolução.
b)plano de ação do ano corrente, nos termos do inciso VI do Art.  8º desta resolução;
 
V.apresentar anualmente até o dia 30 de junho:
a)cópia do balanço patrimonial e financeiro e demonstrativo de resultado do último exercício, assinado por contador ou técnico registrado no respectivo Conselho Regional de Contabilidade e pelo representante legal, acompanhado de notas explicativas, demonstração de superávit/déficit do exercício e alteração do patrimônio, de acordo com as normas contábeis vigentes.

Sitraemfa

Rua Gonçalves Crespo, 324 Tatuapé/SP
Tel: (11) 4324-5915
Horário de atendimento: 08h às 17h

 
 

Filiado a

CUT CNTSS