Dia da Assistência Social é comemorado na Câmara

gusmao-e-miuda

No dia 13 de novembro, comemoraram-se os 20 anos de trabalho do Fórum de Assistência Social e mais um Dia Municipal da Assistência Social. Maria Aparecida Nery, vice-presidente do SITRAEMFA e a tesoureira Maria Gusmão estiveram no evento que contou com mais de 500 pessoas entre trabalhadores, gestores, e usuários que tiveram como tema o controle social.

Discutir a Assistência é se aperceber sobre a falta de recursos, diante do trabalho que é realizado dentro das ONGs, para aplicação de uma política de Assistência Social, que é de obrigação do Governo. “Este dia nos convida a refletir sobre a nossa responsabilidade de cidadão, para transformar, ser transformado e esta Casa (Camara Municipal dos Vereadores) é que pode fazer a transformação é aqui o lugar da mudança” ressalta, Sonia vice-coordenadora do FAS.

A luta dos trabalhadores é que colocou a Assistência Social como política de direitos e, neste dia temos pouco a comemorar, pois precisamos mais e temos este direito: a capacitação, formação e que venha de encontro com as nossas expectativas!

Representantes dos usuários Francis reafirmou a falta dos serviços ou a escassez deles e ressaltou para todos olharem para aqueles que estão nos serviços como seres pensantes e que podem ser líderes. “Precisamos nos apropriar da política pública da assistência” reafirmou.

coral

A cidade de São Paulo tem mais de 9 milhões de habitantes, muito mais que Portugal... Precisamos pensar que não nos cabe mais a desqualificação dos nossos profissionais, principalmente da Assistência Social, informa o defensor público Eduardo Dias de Souza, que esteve presente ao ato. E ainda é muito mais precária a assistência a mulher e ao deficiente físico.

Outro dado preocupante, ressalta o defensor é sobre a falta de casas de cultura na cidade, que é precária, a Toca do Tatu, um grupo que se apresentou no evento, é um sobrevivente naquela selva de marginalização.

Afinal de sua explanação apresentou-se o coral Casa de Clara da 3ª idade, do centro de idosos da assistência social que emocionou a todos os presentes dando seu recado... "Quando olhei a terra ardendo..."

toca

Afinal, onde é a Toca do Tatu?

Do extremo sul da cidade, jovens usuários da assistência provocaram: onde fica a Toca do Tatu? Se o poder público não ocupar o espaço com serviços; o poder paralelo ocupará!

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sitraemfa

Rua Gonçalves Crespo, 324 Tatuapé/SP
Tel: (11) 4324-5915
Horário de atendimento: 10h às 18h

 
 

Filiado a

CUT CNTSS