Nesta sexta-feira, 30/06 a direção do SITRAEMFA, conforme edital, convoca a todos os trabalhadores da Rede Conveniada a participarem da Campanha Salarial de 2023.

A primeira chamada da Assembleia ocorrerá às 17h30, e a segunda chamada e inicio da Assembleia, às 18h30, na SUBSEDE do Sindicato (Rua Tamandaré, 348 - Liberdade).

A direção do SITRAEMFA aguarda a presença de todos.

O SITRAEMFA - Sindicato dos trabalhadores em Entidades de Assistência e Educação à Criança ao adolescente e à família do Estado de São Paulo, em parceria com o mandato @helionasredes irá debater com importantes pesquisadores e estudiosos do tema o Sistema Único de Assistência Social (SUAS) em São Paulo, com ênfase nas questões relacionadas entre os limites do público e do privado, na relação entre Organizações da Sociedade Civil (OSC) na gestão da rede de serviços socioassisatenciais da cidade de São Paulo.

Venha fazer parte dessa construção!

22/06/23 (quinta-feira) - 9h
Câmara Municipal de São Paulo
Viaduto Jacareí, 100
Sala Sérgio Vieira de Melo - 1° subsolo

Nesta quarta-feira (31/05), o projeto do deputado cearense Célio Studart (PSD) que cria um piso salarial para os profissionais do Serviço Social foi aprovado na Comissão de Previdência, Assistência Social, Infância, Adolescência e Família (CPASF). 

Com isso, o texto vai para a Comissão de Finanças e Tributação (CFT) e, em seguida, para a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ). 

Com o aval dos colegiados, a proposta está apta a ser encaminhada para a votação em plenário. Depois disso, pode ir ao Senado. ?️

Ainda não há estimativa da duração da finalização do trâmite até a sanção presidencial. 

Trabalhadores que ainda não elegeram o seu representante de base, ainda dá tempo!

E para ser Representante dos trabalhadores o requisito principal é ser sócio do Sindicato, pois será ele o representante do trabalhador dentro do sindicato, trazendo as demandas e reivindicações dos seu companheiros de trabalho.

Encaminhe email para: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e solicite a sua ata de eleição.

No dia 02 de junho já acontece a primeira reunião.

A eleição se dá entre os trabalhadores que são sócios do sindicato e de forma democrática, eles escolhem quem vai representá-los.

E neste dia 02 de junho teremos a 1 reunião com esses representantes. Que poderão tirar dúvidas sobre direitos, deveres e ainda trazer as propostas do seu local de trabalho.

Juntos podemos contribuir com uma política pública de assistência e educação melhor para todos

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou o Projeto de Lei nº 14.581, de 2023, que abre crédito especial de R$ 7,3 bilhões no orçamento do Fundo Nacional de Saúde para garantir a estados e municípios o pagamento do piso nacional dos trabalhadores da enfermagem. A medida foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 12/5, Dia Internacional da Enfermagem.

A diretoria do SITRAEMFA parabeniza a toda categoria da enfermagem por essa luta que já vem de muitos anos. Essa perseverança na luta resultou nesta engrandecedora vitória.

O novo piso salarial dos enfermeiros contratados sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) é de R$ 4.750, conforme definido pela Lei nº 14.434. Os técnicos de enfermagem recebem no mínimo 70% desse valor (R$ 3.325) e os auxiliares de enfermagem e as parteiras, 50% (R$ 2.375). O piso vale para trabalhadores dos setores público e privado.

A medida fortalece a atenção básica, estabelece direitos e valoriza a importância dos profissionais que atuam na ponta, próximos à realidade da população. No país, são 265 mil agentes comunitários, que atuam no campo da Saúde da Família, na prevenção de doenças e na promoção da saúde em ações domiciliares, comunitárias, individuais e coletivas. Além deles, outros 61 mil profissionais de combate às endemias atuam na vigilância epidemiológica, na prevenção e controle de doenças e promoção da saúde.

O lema deste ano será “Emprego, Renda, Direitos e Democracia”

 

O 1º de Maio Unificado das centrais sindicais CUT, Força Sindical, CTB, UGT, Intersindical (Classe Trabalhadora), CSB, Nova Central e Pública será no Vale do Anhangabaú, região central da cidade de São Paulo.

A escolha do local carrega uma importante história, já que o Vale do Anhangabaú foi palco de protestos como o de 16 de abril de 1984, que reuniu um milhão e meio de pessoas nas ruas exigindo o fim do regime militar no Brasil e eleições diretas para presidente.

O lançamento do principal evento do Dia dos Trabalhadores e das Trabalhadoras ocorreu na segunda-feira (3) nas ruas da capital paulista com ato e panfletagem no Largo da Concórdia e na Rua São Bento, altura do número 413, em frente ao Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região, com caminhada pela região central.  

Em 2023, o lema será “Emprego, Renda, Direitos e Democracia”. As centrais levam às ruas 15 reivindicações que tratam desde a política de valorização do salário mínimo até a regulamentação do trabalho por aplicativos e a defesa das empresas públicas (confira a pauta completa no final da matéria).

“As pautas vão de mudanças na legislação trabalhista até questões sociais e econômicas. Seguimos reforçando a luta pela democracia, tão atacada no último período pelo governo anterior. Temos muito que avançar em nosso país, principalmente em relação aos direitos sociais e trabalhistas que foram perversamente retirados da classe trabalhadora e de todo povo brasileiro”, afirma o presidente da CUT São Paulo, Douglas Izzo.  

Na capital paulista, as atividades começam a partir das 10h.  As centrais aguardam a confirmação da presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Além do ato nacional na cidade de São Paulo, várias manifestações unificadas estão previstas em todo país.

Entre as atrações culturais no Vale do Anhangabaú, já estão confirmados os cantores Zé Geraldo, Leci Brandão, Toninho Geraes, Almirizinho, MC Sofia, Edi Rock e Dexter. Além de apresentação do grupo bloco Ilú Obá de Min, a discotecagem será com a DJ Maria Teresa.  

Conheça as 15 pautas do 1º de Maio Unificado de 2023:

– Fortalecimento das negociações coletivas
– Mais empregos e renda
– Fim dos juros extorsivos
– Política de valorização do salário mínimo
– Direitos para todos
– Revogação dos marcos regressivos da legislação trabalhista
– Fortalecimento da democracia
– Aposentadoria digna
– Trabalho igual, salário igual – Convenção 156 (OIT)
– Valorização do servidor público – Convenção 151 (OIT)
– Contra o assédio moral, a violência e o racismo
– Revogação do “Novo” Ensino Médio
– Desenvolvimento econômico e social
– Regulamentação do trabalho por aplicativos
– Em defesa das empresas públicas.

Comunicamos que a partir, desta terça-feira (28/03), o administrativo do sindicato suspenderá suas atividades. Os atendimentos presencial, online ou por telefone não serão realizados em função da mudança de toda estrutura da organização.

Retornaremos o atendimento normal na segunda-feira (03/04), já no novo endereço, (rua Tamandaré 348 – 4º andar),conforme também já avisamos na última live do dia.

Ressaltamos que essa mudança se dará para darmos um melhor atendimento à categoria, com uma estrutura renovada e diferenciada para os trabalhadores da Rede Conveniada.

Salientamos que qualquer dúvida ou informação os trabalhadores poderão entrar em contato com a direção nos telefones: Maria Aparecida Nery, presidente: 11 947357591; Cleusa Almeida, secretária geral: 11947661813; Maria das Graças Fagundes, jurídicos: 11 947360902; Maria Gusmão, financeiro e patrimônio: 11 947357612 e no Departamento de Benefícios entrar em contato com Roseli, no : 11 940147933 e no setor de cadastro pelo número 11 940099401

Mais uma mega oportunidade para você!
 
A partir desta segunda-feira (06/02), a Bio Vida fará plantão quinzenal no SITRAEMFA, para dar mais qualidade ao atendimento dos nossos associados. Você poderá tirar dúvidas, marcar consultas e solicitar autorização de exames e informações.
O atendimento também poderá ser realizado pelo telefone/watzap: no 11940147933, com a Roseli, do setor benefícios.
Anote na agenda!
O próximo plantão será dia 06/02/2023, das 13 às 17, na sede do Sindicato.(Rua Tamandaré, 348, 4 and)

A nova medida não altera as demais regras de uso do Fundo que visam a aquisição de imóveis próprios.

 

Trabalhadores que realizaram financiamento para aquisição da casa própria e estão inadimplentes podem, a partir deste ano, utilizar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para negociar até seis prestações em atraso. 

 
A nova medida foi emitida pelo Conselho Curador do FGTS e não altera as demais regras de uso do Fundo que visam a aquisição de imóveis próprios, como liquidação, amortização ou adiantamento de parte das parcelas.
 
Para quitar as parcelas com o valor disponível do FGTS, o trabalhador deve contribuir para o Fundo por pelo menos três anos, de forma ininterrupta ou não.
 
O interessado deve se dirigir ao banco em que realizou o financiamento da casa própria e autorizar a movimentação financeira do Fundo de Garantia. Cada parcela poderá ser abatida em até 80% do valor total. 
 
Vale ressaltar que a medida só é válida para aqueles trabalhadores que não tenham outro financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação (SFH). Além disso, entram na negociação os imóveis avaliados em até R$1,5 milhão. 
 
O trabalhador também não pode ter em seu nome outro imóvel que esteja situado no mesmo município ou região metropolitana em que ele vive ou trabalha. 
 
Se o trabalhador já utilizou o saldo do FGTS para quitar outras prestações, ele não poderá utilizar novamente o recurso, até que se passe dois anos da última negociação feita. 
 
É importante ressaltar que caso a medida não tivesse sido aprovada, em 2023, o FGTS só poderia servir para abater o valor de até três parcelas. 
 
Segundo dados divulgados pelo Conselho Curador do FGTS, cerca de 80 mil trabalhadores possuem mais de três parcelas do financiamento da casa própria em atraso e deste total, metade possui direito ao Fundo de Garantia. 
 
@cursp
 
Escrito por: Mariana Lemos - Brasil de Fato
Edição: Rodrigo Durão Coelho

Sitraemfa

Rua Tamandaré 348 – 4º andar - Liberdade
Tel: (11) 4324-5915
Horário de atendimento: 08h às 17h

 
 

Filiado a

CUT CNTSS